terça-feira, 29 de março de 2016

O Valor de Muitos Conselheiros

Tempos atrás recebi o telefonema de um amigo que me contou sobre uma nova empreitada empresarial que estava planejando. Ele perguntou se eu, sendo escritor, poderia sugerir um nome atraente, bem comercial para o empreendimento. Meus amigos me conhecem como o sujeito a quem nunca faltam palavras. 




Antes de começar a pensar em nomes interessantes para a startup, perguntei ao meu amigo se ele tinha feito sua due diligence, investigando e pesquisando os prós e contras para aquele tipo de empresa em particular. Ele disse que já tinha feito isso e estava ansioso para começar. Eu não tinha informações sobre aquele tipo de negócio, mas dois amigos meus haviam se aventurado em empreendimentos como aquele no passado. Sendo assim, insisti com meu amigo para que entrasse em contato com eles e perguntasse sobre sua experiência. Meu desejo não era desestimulá-lo ou fazê-lo mudar de ideia, mas sim assegurar que examinasse todos os aspectos do negócio em questão para evitar problemas futuros. 

Anos atrás aprendi um princípio importante para tomada de decisões.  Nós temos a tendência de tomar decisões com base em emoções, e depois justificar tais decisões com fatos – fatos que deem suporte ao curso de ação que queremos adotar. Ás vezes isto funciona, mas outras vezes a abordagem tipo “emoções em primeiro lugar, fatos em segundo” pode levar ao desastre. Sentimentos podem promover – e frequentemente promovem – julgamentos nebulosos. 

Sendo assim, como evitamos essa armadilha potencial? Buscando conselhos e informações de pessoas em quem confiamos - mesmo aquelas que não temos certeza se irão concordar e apoiar tudo o que desejarmos fazer. 

O livro de Provérbios tem muito a dizer sobre este tópico. Por exemplo, ele afirma: “Sem diretrizes a nação cai; o que a salva é ter muitos conselheiros.” (Provérbios 11:14). Uma passagem similar nos fala: “Os planos fracassam por falta de conselho, mas são bem-sucedidos quando há muitos conselheiros.” (Provérbios 15:22). Aqui estão outros princípios extraídos de Provérbios que se relacionam com a tomada de decisões e a busca de conselhos de outras pessoas: 

Seja cauteloso e não confie somente em seu julgamento.  Decisões, especialmente as apressadas, podem ser justificadas e desculpadas com muita facilidade. “Esta é uma oportunidade única na vida, e se eu não agir agora, vou perdê-la!” – raciocinamos. Ou então, dizemos a nós mesmos: “Eles (os que não concordam conosco) simplesmente não compreendem.” Mas Provérbios 28:26 nos adverte:  “Quem confia em si mesmo é insensato, mas quem anda segundo a sabedoria não corre perigo.”

Procurar o conselho de outros pode revelar o modo de pensar errôneo. Será que estamos tomando decisões baseadas em emoções ou sem considerar todos os fatores envolvidos?  Conselheiros sábios podem oferecer segurança – ou revelar falhas no nosso raciocínio. “O caminho do insensato parece-lhe justo, mas o sábio ouve os conselhos.” (Provérbios 12:15).

Sermos humildes e nos dispormos a ouvir conselhos é por si só um ato de sabedoria. Procurar outras pessoas em busca de conselho pode parecer humilhante, especialmente quando acreditamos que estamos certos. Mas se nosso objetivo for tomar a decisão certa, a humildade de consultar outras pessoas já é um ativo.  “Ouça conselhos e aceite instruções, e acabará sendo sábio.” (Provérbios 19:20). “Se você parar de ouvir a instrução, meu filho, irá afastar-se das palavras que dão conhecimento.” (Provérbios 19:27). 

Em retrospecto, a compreensão do que devia ter sido feito é total. Quando buscamos conselho, especialmente quando ponderamos sobre decisões difíceis, complexas, outros podem nos dar sua própria visão retrospectiva, arduamente conseguida. Assim, não teremos que conquistá-la por meio do sofrimento da tolice e do fracasso. 

Por Robert Tamasy

Próxima semana tem mais!



domingo, 27 de março de 2016

Orando na Madrugada da Páscoa!

Hoje, a Oração da Madrugada chega mais cedo... Afinal, é domingo de
Páscoa! Que a alegria da ressurreição encha nossos corações e que nós
vivamos não apenas hoje, mas sempre o verdadeiro sentido a Pàscoa, Jesus
Cristo Vive! João 20.15-18 - "15 Então Jesus perguntou: – Mulher, por
que você está chorando? Quem é que você está procurando? Ela pensou que
ele era o jardineiro e por isso respondeu: – Se o senhor o tirou daqui,
diga onde o colocou, e eu irei buscá-lo. 16 – Maria! – disse Jesus. Ela
virou e respondeu em hebraico: – “Rabôni!” (Esta palavra quer dizer
“Mestre”.) 17 Jesus disse: – Não me segure, pois ainda não subi para o
meu Pai. Vá se encontrar com os meus irmãos e diga a eles que eu vou
subir para aquele que é o meu Pai e o Pai deles, o meu Deus e o Deus
deles. 18 Então Maria Madalena foi e disse aos discípulos de Jesus: – Eu
vi o Senhor! E contou o que Jesus lhe tinha dito." FELIZ PÁSCOA!

quinta-feira, 24 de março de 2016

Oração da Madrugada

Tenhamos todos uma ótima quinta feira. Clame a Deus e Ele fará o sobrenatural na tua vida. Quando teus esforços tiverem se acabado, clame ao Senhor e Ele fará i impossível. O Senhor combate a nosso favor!! - Josué 10.12-14 - "No dia em que o SENHOR deu a vitória aos israelitas na luta contra os amorreus, Josué falou com ele. E, na presença dos israelitas, disse: “Sol, fique parado sobre Gibeão! Lua, pare sobre o vale de Aijalom!” 13 O sol ficou parado, e a lua também parou, até que o povo se vingou dos seus inimigos. Estas palavras estão escritas no Livro do Justo. O sol ficou parado no meio do céu e atrasou a sua descida por quase um dia inteiro. 14 Nunca tinha havido e nunca mais houve um dia como este, um dia em que o SENHOR obedeceu à voz de um homem. Isso aconteceu porque o SENHOR combatia a favor de Israel."

sábado, 19 de março de 2016

Jessyca Kids

Simplesmente adorável...

Grandes Comissões ... e a Grande Comissão


Se alguém lhe perguntasse por que você vai trabalhar, o que você responderia? Existem várias respostas possíveis a essa pergunta: ganhar a vida e pagar as contas; ganhar o suficiente para financiar o estilo de vida desejado; construir uma carreira recompensadora; dar expressão a habilidades, perícia e interesses. Alguns poderiam responder sarcasticamente: “Preencher o tempo entre os finais de semana, feriados e férias.” 

Uma das principais motivações para as pessoas da área de vendas é receber grandes comissões. Quanto mais vendem, mais dinheiro ganham. Mas será que você - ou pelo menos aqueles que servem a Jesus Cristo no mercado de trabalho - já levou em conta procurar por um diferente tipo de comissão?

Pouco antes de deixar Seus seguidores e ascender aos céus, Jesus entregou aquilo a que comumente nos referimos como Sua “Grande Comissão”: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações... ensinando-os a obedecer a tudo o que Eu lhes ordenei...” (Mateus 28:19-20). Sem dúvida, isso é muito diferente de uma comissão de vendas; não envolve nenhuma troca monetária. Entretanto, de algumas maneiras, é muito mais valiosa do que a mais alta comissão que alguém poderia receber vendendo produtos e serviços. 

O que isso tem a ver com o ambiente de trabalho? Esta é uma pergunta válida. Na verdade, proporciona uma resposta bastante significativa à questão de por que vamos trabalhar. Porque, embora obter rendimentos e encontrar realização em nossa vocação seja importante, a Bíblia afirma: “Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus...” (Colossenses 3:17). Portanto,  aqueles entre nós que professam crer n’Ele e segui-Lo, fomos colocados em nossos respectivos locais de trabalho para servir a Ele e aos outros. 

Uma forma de participar de Sua comissão e “fazer discípulos”, o que significa investir em outras pessoas, é ajudá-las a compreender o que a Bíblia diz, qual a sua relação com o ambiente de trabalho bem como com a vida pessoal dos indivíduos; significa ajudá-las a crescer na fé de modo a passar isso adiante para outras pessoas. Atualmente, existem muitos que podem dizer que creem em Jesus Cristo, mas seu modo de viver sugere o contrário. Parte de “fazer discípulos” no ambiente de trabalho consiste em ensinar e demonstrar como “fazer tudo em nome do Senhor Jesus”. Aqui estão algumas outras coisas que a Bíblia diz sobre ser um discípulo de Jesus Cristo no mundo empresarial e profissional: 

Servir como exemplo. Alguém já disse: “Prefiro ver, e não ouvir um sermão.” Quando nos esforçamos por aplicar os princípios bíblicos e sustentar os mandamentos e padrões de Deus, estabelecemos o modelo para que outros sejam assim. “Ponham em prática tudo o que vocês aprenderam, receberam, ouviram e viram em mim...”  (Filipenses 4:9). 

Ser embaixador de Jesus.  Assim como o embaixador de qualquer nação serve como seu representante em terras estrangeiras, como discípulos de Cristo somos instruídos a representá-Lo no ambiente “estrangeiro” onde assuntos relativos à fé são geralmente desacreditados. “Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o Seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus.”  (II Coríntios 5:20). 

Levar luz para dentro das trevas. Num tempo em que comportamentos e práticas ilegais, imorais e antiéticos são excessivos, buscar servir a Deus e sustentar Seus mandamentos pode separar-nos de muitos de nossos pares de uma maneira positiva.  “Façam tudo sem queixas nem discussões, ...filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo.” (Filipenses 2:14-15).

Por Robert Tamasy

Próxima semana tem mais!


sexta-feira, 18 de março de 2016

Oração da Madrugada



Tenhamos todos uma otima sexta feira!! Um recado do Apóstolo Paulo para nós: Romanos 12.10-12 - "Amem uns aos outros com o amor de irmãos em Cristo e se esforcem para tratar uns aos outros com respeito. 11 Trabalhem com entusiasmo e não sejam preguiçosos. Sirvam o Senhor com o coração cheio de fervor. 12 Que a esperança que vocês têm os mantenha alegres; agüentem com paciência os sofrimentos e orem sempre."

quarta-feira, 16 de março de 2016

Oração da Madrugada


João 11.38-41 - "Jesus ficou outra vez muito comovido. Ele foi até o túmulo, que era uma gruta com uma pedra colocada na entrada, 39 e ordenou: – Tirem a
pedra! Marta, a irmã do morto, disse: – Senhor, ele está cheirando mal,
pois já faz quatro dias que foi sepultado!40 Jesus respondeu: – Eu não lhe disse que, se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus?41 Então tiraram a pedra. Jesus olhou para o céu e disse: – Pai, eu te agradeço porque me ouviste."
Oração da Madrugada!!! A melhor maneira para se começar um novo dia!! Compartilhe, deixe seu pedido de oração e acesse - www.bispolaertelafayett.com.br