terça-feira, 7 de abril de 2015

COMO SER VITORIOSO NA BABILÔNIA…

Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis”. - Ef 6.13

Daniel foi vitorioso na Babilônia por conta de suas opções. E a maior das suas escolhas foi decidir ser um homem de sucesso. Infelizmente, nós vivemos debaixo de uma herança de escravidão onde fomos achatados e impedidos de prosperar. É essa herança que muitas vezes nos impede de prosperar e nos assola com um espírito de derrota. Esse espírito é o espírito de Satanás que se favorece de determinadas situações para nós impingir sua vontade. E não há como alcançarmos a vitória sem que se cumpra o “ciclo” de Deus. Paulo, no texto acima, nos fala desse ciclo, onde ele mostra que além de resistirmos no dia mau, precisamos também vencer e vencer tudo! Daniel viveu essa condição de vitória plena e hoje estamos encerrando essa campanha, para que possamos viver a vitória plena do Senhor sem sermos roubados.

TRÊS COISAS PODEM ROUBAR A NOSSA VITÓRIA PLENA:

a) PRECIPITAÇÃO;

b) O CONSELHO DO ÍMPIO, DO FALIDO;

c) DESISTIR NO MEIO DO CAMINHO.

PARA VIVERMOS A VITÓRIA PLENA, PRECISAMOS DE:

1) PERSEVERANÇA – Mt 7.7 “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.Essa é uma característica de quem tem essa marca de vitória. Daniel perseverou em meio a todas as dificuldades da Babilônia. Desistir no meio do caminho te impede de viver o ciclo -

2) VENCER OS IMPROVÁVEIS HUMANOS – Carregamos a marca de que não vamos ter sucesso pleno, onde imaginamos que iremos apenas até um determinado ponto. Acabamos nos condicionando a não irmos além pois achamos que encontramos o “nosso limite”. A nossa condição de limitação é exemplificada por Paulo em II Co 6.12 “Não tendes limites em nós; mas estais limitados em vossos próprios afetos.” Afeto tem a ver com “aquilo que gostamos” e muitas vezes acabamos gostando de uma determinada situação que não vai nos levar à vitória. Nos acostumamos e nos acomodamos. É a chamada “zona de conforto”. Vença o impossível, pois você está debaixo da palavra de Lc 1.37“Porque não haverá impossíveis para Deus em todas as suas promessas”.

TRÊS AÇÕES PARA VENCERMOS OS IMPROVÁVEIS HUMANOS:

a) QUEBRE A ESTAGNAÇÃO – Águas paradas, geram morte. Águas em movimento geram vida! Sopre o vento da realização em todas as áreas da tua vida.

b) NÃO SE CONFORME – Não permita que nunca esteja bom. Sempre deseje ir além, renovando a tua mente – Rm 12.2“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

c) SEJA FORTE – Js 1.6 “Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais.” O segredo vencedor é essa fortaleza interior. A maioria das pessoas é frágil diante da adversidade. Seja forte em todo tempo, pois quem é forte vai além! Mantenha-se de pé para o dia da tua vitória.

3) VENCER A NÓS MESMOS – Jz 6.15 – “E ele lhe disse: Ai, Senhor meu! Com que livrarei Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu, o menor na casa de meu pai.”Deus aparece para Gideão para lhe anunciar sua vitória e ele não consegue se enxergar nessa condição. Esse é o maior obstáculo para a nossa vitória – não ter o nosso espelho pessoal ajustado àquilo que Deus tem preparado para as nossas vidas.

TRES VERDADES QUE PRECISAMOS CONHECER PARA VENCER A NÓS MESMOS:

a. VOCÊ É ESCOLHIDO DE DEUS;

b. VOCÊ É O ABENÇOADO DO SENHOR; e

c. DEUS NÃO CHAMA FALIDOS.

Deus não se relaciona com as nossas deformações, mas sim com a nossa constituição. Você não pode ser guiado pelas tuas enfermidades, mas sim ser dirigido pela tua constituição. Como Daniel, nós temos luz, inteligência e sabedoria! PALAVRA PROFÉTICA: “O que Deus vai fazer na tua vida, não tem limites!”

4) VENCER AS ADVERSIDADES – Hb 10.38todavia, o meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.” - Quantas vezes as tuas adversidades te fizeram andar para trás? Aprenda a desenvolver o “EXERCÍCIO DO MILÍMETRO”:

a. Conheça a tua real condição – Onde estou

b. Se disponha a avançar sempre, um pouco a cada dia – Iniciativas

c. Festeje cada conquista, mesmo que seja apenas um milímetro – Celebração

NÃO FIQUE PARADO. MORRER POR UM OBJETIVO É MELHOR DO QUE QUALQUER COISA!

AS BÊNÇÃOS DAQUELE QUE VENCEU NA BABILÔNIA. DEUS:

1) TE FARÁ DESTAQUE NO MERCADO;

2) TE LEVARÁ A FECHAR TODOS OS CICLOS DA TUA VIDA;

3) TE DARÁ GRANDES LIVRAMENTOS!

DECLARE COM FÉ:

“Senhor, eu não nasci para ser um derrotado! Eu não nasci para ser contado com os falidos. A minha opção é o sucesso e a vitória. Hoje eu me preparo para cumprir o ciclo que Deus me propôs. Eu vou passar pelo dia mau em vitória e depois de ter vencido tudo, vou permanecer inabalável. Hoje o Senhor está inaugurando na minha vida o tempo das maiores vitórias já vividas. Eu declaro a todo gigante – eu não serei derrotado por você. Hoje eu digo para as adversidades – você não me para! Vou lutar e vou realizar, em nome de Jesus. Toda passividade que rondava a minha, eu rejeito agora, pelo Sangue do Cordeiro. Debaixo dessa palavra, eu quero declarar que o Espirito de vida que ressuscitou a Jesus Cristo dos mortos, está sobre a minha vida. Por causa de Jesus Cristo, o sopro de ressurreição foi colocado sobre a minha vida. Renego e rejeito todas as deformações, toda tristeza e encolhimento que eu vivi, eu declaro – acabou, em nome de Jesus! Hoje é um divisor de águas na minha vida! Chamo à existência o que não existia e declaro que o vale de ossos secos está se transformando em um grande e poderoso exército. Tenho a marca de Cristo tatuada no meu espírito – Eu sou mais que vencedor. Sou supridor da minha família, sou coluna da Casa de Deus e aonde eu for, eu viverei II Samuel 8 – Deus me dará vitórias. As portas se abrirão automaticamente para mim ainda nessa semana, pois o poder profético da palavra está na minha boca. Eu recebo a benção de Daniel sobre minha vida! O senhor me levanta em vitória, em meio à Babilônia, em nome de Jesus, amém e amém!”

Postar um comentário