sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

O Melhor Exige Tempo


Dizia-se que “panela vigiada não ferve nunca”, mas com os avanços tecnológicos, uma versão atualizada desse dito popular seria: “micro-ondas vigiado não apita nunca”. Seja nos negócios, em assuntos de família, cozinhando uma refeição ou simplesmente na experiência de vida diária, estamos sempre apressados. Não queremos esperar por nada: “Eu quero e quero agora!”


Na realidade, porém, as melhores coisas da vida, as que nos são mais caras, sempre exigem tempo e muito tempo. Futuros médicos frequentam a faculdade e depois passam mais anos ainda fazendo residência e recebendo treinamento na especialidade que escolheram. Para conquistar um valorizado MBA, profissionais e homens de negócios também precisam investir mais tempo e recursos depois da faculdade. 

Nos confrontamos com esquemas do tipo, “fique rico rapidamente”, mas o modo mais certeiro de obter segurança financeira é através de gastos cuidadosos e sensatos, investimentos sábios e planos bem pensados para o futuro. Como a Bíblia afirma, “O dinheiro ganho com desonestidade diminuirá, mas quem o ajunta aos poucos terá cada vez mais”  (Provérbios 13.11). Ela ainda observa: “Os planos bem elaborados levam à fartura; mas o apressado sempre acaba na miséria” (Provérbios 21.5). 

Algumas qualidades inestimáveis na vida são também produto do tempo. Por exemplo, pais de jovens que começam a dirigir se sentem ansiosos, não por não confiarem em seus filhos, mas por saberem que experiência é algo que não pode ser ensinado e vem somente com a prática. O mesmo se dá profissionalmente, seja com um piloto de avião, um programador de computadores ou um CEO. 

O mesmo se aplica à sabedoria. Inteligência e habilidade podem ser desenvolvidas através de aulas de estudo, workshops e treinamento especial. Mas sabedoria — aplicação eficiente do conhecimento através do entendimento e do discernimento — precisa ser adquirida ao longo de extensos períodos de tempo. Se fosse possível armazenar sabedoria em pacotes, isso geraria uma fortuna instantânea. Entretanto, sabedoria não pode ser engarrafada ou manufaturada. Ela precisa se desenvolver no processo de vida diário e do aprendizado com sucessos e fracassos. 

Mas como “esperar nosso momento propício” enquanto nossas esperanças, aspirações e objetivos parecem permanecer fora do nosso alcance? A Bíblia oferece algumas sugestões: 

Resista a atalhos questionáveis. Se nos tornarmos exageradamente fixados em alcançar planos ou cumprir desejos, as emoções podem nos levar a tomar decisões imprudentes. Reconhecer o tempo necessário e estar disposto a exercitar paciência necessária, pode ser a diferença entre sucesso e fracasso. “Os planos bem elaborados levam à fartura; mas o apressado sempre acaba na miséria” (Provérbios 21.5). Segundo outra tradução:“Bom planejamento e trabalho árduo levam à prosperidade, mas atalhos apressados levam à pobreza.” 

Mantenha a atitude de sempre olhar para frente. Podemos tanto nos deixar envolver pelo que ainda não alcançamos, como permanecer focados em nosso objetivo final, do mesmo modo que um corredor de maratona ignora a dor e a fraqueza concentrando-se na linha de chegada adiante: “Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço:  esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3.13-14).  

Por Robert Tamasy

Próxima semana tem mais!



Postar um comentário