quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Você Trabalha Para quê?

Se pesquisar 100 empresários e profissionais, obterá 100 diferentes explicações sobre a razão por que trabalham e o que pretendem alcançar com ele.

“Ganhar a vida” seria provavelmente a mais comum. Trabalha-se para ganhar dinheiro para comida, moradia e roupas; manter o estilo de vida escolhido; adquirir coisas precisas e desejadas, e ajudar a sustentar causas nas quais se acredita. Existem, porém, outras respostas.

Para alguns, trabalho proporciona senso de missão e significância. Outros, buscam reconhecimento pessoal das habilidades e talentos. Para outros, ainda, apenas uma maneira de passar as horas. Os menos egoístas, com inclinações filantrópicas, encaram trabalho como meio de servir a outros. Para a maioria, é instrumento para se encaixar na sociedade e contribuir para o mundo que os rodeia. Enfim, para ter realização no trabalho, deve-se ter resposta clara para a pergunta: “Para que você trabalha?”

A Bíblia apresenta perspectivas interessantes da questão, desafiando as noções predominantes e por que fazemos o que fazemos: 

Trabalhar pelo que não pode ser tirado. Metas profissionais proporcionam satisfação passageira. Passada a novidade, a atitude é: “O quem vem depois?”, ou, “E agora?”. Jesus desafiou Seus seguidores a lutar por objetivos que não podem desaparecer ou ser removidos. “Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam.  Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde a traça e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las” (Mateus 6.19-20). 

Trabalhar por coisas duradouras. Na próxima semana muitos celebrarão o "Dia de Ação de Graças", dia festivo em que a maioria come mais que o necessário. Todos nós precisamos de nutrição, mas Jesus disse que há “comida” melhor a buscar. “Não trabalhem a fim de conseguir a comida que se estraga, mas a fim de conseguir a comida que dura para a vida eterna... Eu sou o pão da vida. Quem vem a Mim nunca mais terá fome, e quem crê em Mim nunca mais terá sede” (João 6.27,35). 

Trabalhar por recompensas eternas. Todos já descobrimos que reconhecimento e honras humanos são temporários. Num dia somos a “estrela” da companhia; no dia seguinte, outro assume o papel. Por isso, o melhor é lembrar-se do Único que definitivamente oferece recompensas que ninguém pode nos tirar. “O que vocês fizerem, façam de todo o coração, como se estivessem servindo ao Senhor e não as pessoas. Lembrem que o Senhor lhes dará como recompensa aquilo que Ele tem guardado para o Seu povo, pois o verdadeiro Senhor que vocês servem é Cristo” (Colossenses 3.23-24). 

Por Robert J. Tamasy

Próxima semana tem mais!


Postar um comentário