segunda-feira, 22 de julho de 2013

A ESTACA DA SUJEIÇÃO DA TERRA

“Disse, pois, o SENHOR a Josué: Dá ordem aos sacerdotes que levam a arca do Testemunho que subam do Jordão. Então, ordenou Josué aos sacerdotes, dizendo: Subi do Jordão. Ao subirem do meio do Jordão os sacerdotes que levavam a arca da Aliança do SENHOR, e assim que as plantas dos seus pés se puseram na terra seca, as águas do Jordão se tornaram ao seu lugar e corriam, como dantes, sobre todas as suas ribanceiras. Subiu, pois, do Jordão o povo no dia dez do primeiro mês; e acamparam-se em Gilgal, do lado oriental de Jericó. As doze pedras que tiraram do Jordão, levantou-as Josué em coluna em Gilgal. E disse aos filhos de Israel: Quando, no futuro, vossos filhos perguntarem a seus pais, dizendo: Que significam estas pedras?, fareis saber a vossos filhos, dizendo: Israel passou em seco este Jordão. Porque o SENHOR, vosso Deus, fez secar as águas do Jordão diante de vós, até que passásseis, como o SENHOR, vosso Deus, fez ao mar Vermelho, ao qual secou perante nós, até que passamos. Para que todos os povos da terra conheçam que a mão do SENHOR é forte, a fim de que temais ao SENHOR, vosso Deus, todos os dias. Js 4.15-24

Js 18.1 - “Reuniu-se toda a congregação dos filhos de Israel em Siló, e ali armaram a tenda da congregação; e a terra estava sujeita diante deles.”

Ao longo dessa campanha de Jejum, temos nos preparado para vivermos a Estação Apostólica, nosso tempo de colheita, recebendo o entendimento da nossa posição no mundo espiritual. Tempo semeado ao longo dos tempos e agora é de avançarmos, em direção à bênção. Hoje vamos nos posicionar para avançar com autoridade, pois o Deus que preparou a nossa colheita, já nos deu vitória sobre todos os obstáculos – o Jordão já foi vencido e a terra está sujeita! A condição da sujeição da terra é o resultado não apenas da nossa semeadura, mas também da autoridade de Deus delegada à Igreja Apostólica!

COMO O INIMIGO TENTA NOS ROUBAR A SUJEIÇÃO DA TERRA:

1) FAZENDO COM QUE DESVALORIZEMOS A BÊNÇÃO DE DEUS – Nm 13.32 – “E, diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura.” – Sentimentos de que não vale a pena, ou que vai dar muito trabalho.

2) NOS DESCARACTERIZANDO, DIANTE DOS NOSSOS PROPRIOS OLHOS – Nm 13.33 – “Também vimos ali gigantes (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos.” – Geração de complexos e pequenez.

3) COLOCANDO EM NOSSA MENTE UMA VISÃO DE SAUDOSISMO E RETROCESSONm 14.3“E por que nos traz o SENHOR a esta terra, para cairmos à espada e para que nossas mulheres e nossas crianças sejam por presa? Não nos seria melhor voltarmos para o Egito?” – Achar que o que ficou para trás (e não volta mais) é melhor do que o nosso presente e futuro.

PARA DESFRUTAR DA SUJEIÇÃO DA TERRA É PRECISO:

1°) CONQUISTAS CONJUNTAS E NÃO DISPUTAS - Js 1.16Então, responderam a Josué, dizendo: Tudo quanto nos ordenaste faremos e aonde quer que nos enviares iremos.” – Sentimento de equipe é vital no mundo corporativo e isso é traduzido no mundo espiritual naquilo que é a unidade com a Igreja. Quando eu tenho unidade e aliança com a igreja, ele vence e eu venço também!

2°) MOBILIZAÇÃO E NÃO DISPERSÃO – Js 6.10 – “Porém ao povo ordenara Josué, dizendo: Não gritareis, nem fareis ouvir a vossa voz, nem sairá palavra alguma da vossa boca, até ao dia em que eu vos diga: gritai! Então, gritareis.” – Equipe que é equipe tem mobilização, ações conjuntas. Participar de cada campanha traz repercussões de unidade no mundo espiritual. Juntos, somos fortes.

3°) DEIXAR PARA TRÁS AS MARCAS DO PASSADO DE DERROTAS – Js 5.9“Disse mais o SENHOR a Josué: Hoje, removi de vós o opróbrio do Egito; pelo que o nome daquele lugar se chamou Gilgal até o dia de hoje.” – Limpe-se hoje de toda frustração do passado. Descarte do teu “HD”, tudo aquilo que é o velho, dando assim lugar ao novo que Deus tem para tua vida!

4°) VISÃO DE FUTURO E NÃO DO RETROCESSO – Js 18.2-3,8 – Dentre os filhos de Israel ficaram sete tribos que ainda não tinham repartido a sua herança. Disse Josué aos filhos de Israel: Até quando sereis remissos em passardes para possuir a terra que o SENHOR, Deus de vossos pais, vos deu? Dispuseram-se, pois, aqueles homens e se foram, e Josué deu ordem aos que iam levantar o gráfico da terra, dizendo: Ide, correi a terra, levantai-lhe o gráfico e tornai a mim; aqui vos lançarei as sortes perante o SENHOR, em Siló.” – Deus te chamou para avançar. O teu futuro será de glória em glória e de vitória em vitória! Paralisia não tem nada a ver conosco!

5°) UM ALTAR DE TESTEMUNHOS E NÃO DE MISÉRIA - Js 22.34“Os filhos de Rúben e os filhos de Gade chamaram o altar de Testemunho, porque disseram: É um testemunho entre nós de que o SENHOR é Deus.” – A nossa história com Deus nos garante o sucesso. Olhe para todas as coisas que Deus já fez na tua vida e veja o quanto você cresceu! Ele tem mais para você!

E QUANDO EU VIVO A BÊNÇÃO DA SUJEIÇÃO DA TERRA, EU VIVO A VITÓRA:

Js 5.10-12 “Estando, pois, os filhos de Israel acampados em Gilgal, celebraram a Páscoa no dia catorze do mês, à tarde, nas campinas de Jericó. Comeram do fruto da terra, no dia seguinte à Páscoa; pães asmos e cereais tostados comeram nesse mesmo dia. No dia imediato, depois que comeram do produto da terra, cessou o maná, e não o tiveram mais os filhos de Israel; mas, naquele ano, comeram das novidades da terra de Canaã.

1. PÁSCOA – NOVO DIA, NOVO TEMPO;

2. COLHEITA DAQUILO QUE NÃO SEMEAMOS;

3. O MANÁ VAI CESSAR;

4. COISAS NOVAS;

5. RESULTADOS EM TEMPO RECORDE.

DECLARE COM FÉ:

“Senhor, hoje, eu me posiciono debaixo da tua promessa, pois eu entendi que a terra já está sujeita! O Senhor já abriu o Jordão, já desapossou o gigante e me entregou a minha bênção. Eu te peço perdão, por todas as vezes que desvalorizei a tua promessa para mim. Me limpo de toda descaracterização causada por situações e circunstâncias, eu rejeito agora, toda visão de pequenez, todo saudosismo e desejo de retroceder, fora da minha vida, agora, em nome de Jesus! Pelo poder da Tua palavra, eu declaro hoje, que viverei a Estação Apostólica, viverei o meu tempo de colheita. Eu me posiciono hoje em concordância com o Corpo de Cristo, a Igreja, rejeitando todo sentimento de isolamento! Andarei em aliança, deixando para trás, todo passado de derrotas. Eu terei na minha mente, aquilo que vai me dar esperança! As minhas experiências com Deus me ajudam a avançar! Sobre mim, está a promessa de Deus. Viverei novos tempos, colherei o que não semeei! Acabou o tempo de maná na minha vida, pois terei abundância! O novo do Senhor chegou e verei a minha vida andar! Hoje eu declaro, que por conta da sujeição da terra, viverei colheitas em tempo recorde, para honra e glória do nome do Senhor, em nome de Jesus, amém! ”

Postar um comentário