segunda-feira, 15 de julho de 2013

A PEDRA QUE DESTRÓI O ESPÍRITO DAS DÍVIDAS

Tendo eles chegado a Cafarnaum, dirigiram-se a Pedro os que cobravam o imposto das duas dracmas e perguntaram: Não paga o vosso Mestre as duas dracmas? Sim, respondeu ele. Ao entrar Pedro em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Simão, que te parece? De quem cobram os reis da terra impostos ou tributo: dos seus filhos ou dos estranhos? Respondendo Pedro: Dos estranhos, Jesus lhe disse: Logo, estão isentos os filhos. Mas, para que não os escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, e o primeiro peixe que fisgar, tira-o; e, abrindo-lhe a boca, acharás um estáter. Toma-o e entrega-lhes por mim e por ti.” Mt 17.24-27

Esse texto nos mostra que até Jesus foi cobrado, nos ensinando que não há problema em dever. Jesus entra em Cafarnaum, e ali se depara com os cobradores de impostos, que eram implacáveis. Roma dominava o povo judeus e cobrava impostos altíssimos, de maneira impiedosa. Tais cobradores eram arrogantes, intimidadores e violentos. Pedro então, vai até Jesus, e antes de falar da situação, descobre que Jesus já tinha a solução para o problema. Jesus sempre tem e sempre terá a solução para os nossos problemas. Ele propõe então, uma questão muito pertinente: “De quem se cobram os impostos? Dos filhos ou dos estranhos?” Afinal, ele e Pedro eram judeus, eram filhos e não estranhos naquela terra, logo estariam isentos de qualquer imposto. Entretanto, para que o escândalo não viesse, Jesus traz a solução e o imposto seria pago. A resposta de Jesus é dada a Pedro, representando a Igreja Apostólica. Uma resposta profética para as nossas vidas! Ele traria a provisão. Deus vai trazer a solução para os nossos problemas!

A DÍVIDA PODE SURGIR ATRAVÉS DE:

1) UMA GESTÃO CONSCIENTE E ESTRATÉGICA - Esta não e uma dívida problemática. É preciso separar uma percentagem para investimentos a curto, médio e longo prazo. Você financiar algo é normal, pois se a parcela cabe dentro do teu orçamento não há problema. Se você planejou a dívida de maneira consciente e estratégica, não há problema.

2) UMA TURBULÊNCIA EXTRAORDINÁRIA - Uma situação fora de controle gerou uma situação contrária, o aumento da taxa do dólar, por exemplo. Isso gera insegurança, turbulência. Uma situação como esta gera um sentimento de nervosismo no mercado e os preços disparam até mesmo sem justificativa, o que pode criar um endividamento inesperado. Não crie um peso de consciência por isso, mas tome cuidado, pois uma situação de dívida pode trazer uma fragilidade e pressão psicológica! Você tem o Espírito Santo e tem escrúpulo! Não se permita entrar em uma roda da qual você não consiga sair. Saiba que sempre, Deus tem uma solução para sua vida. Esteja preparado em Deus para enfrentar as turbulências!

3) UMA MOVIMENTAÇÃO INCONSEQUENTE - Gastar mais do que você ganha é uma grande armadilha do espírito de endividamentio. O mundo comercial vende na expectativa do consumo por impulso. O apelo é muito grande, é avassalador, terrível. E é aí que grandes dívidas acontecem, pelas ações inconsequentes.

Estas três causas podem gerar as dívidas, roubando a nossa estabilidade, fazendo com que nos desestruturemos e comecemos a andar patinando diante de algo que está 100% sob controle. Deus nos criou para a prosperidade, mesmo que você esteja passando por um momento de dívidas. Preste atenção que no texto acima, Jesus não perdeu a estrutura espiritual de provedor, e esta bênção, Deus quer colocar sob a nossas vidas. Nós seremos provedores de soluções para cada uma das nossas necessidades, porque Deus nos dará esta unção, e veremos sair provisão das nossas mãos. O propósito de Deus é nos fazer supridores, abençoadores, pois nós temos as marcas da prosperidade. Declare com fé: “COM JESUS, EU VOU SUPERAR AS DIFICULDADES, SEJA QUAL FOR A SITUAÇÃO!” Seja qual for a nossa situação, Deus vai nos suprir, e o mal das dívidas não vai nos assolar mais. Somos prósperos e abençoados e esta marca está sobre as nossas vidas. Aquele que não consegue enxergar esta marca, não avança. É instável, medroso e inconsequente. Hoje, toda instabilidade, toda falta de ousadia sairá das nossas vidas! Muitos não têm o que desejam porque tem medo do amanhã, pois a instabilidade, o medo dominam seus corações. E aí, o espírito do endividamento tenta nos assolar, mesmo quando não estamos endividados. Jó nos ensina que “O mal que eu temo, este me sobrevém.” Mas hoje é a noite da nossa vitória, em nome de Jesus!!

PARA VENCER ESSE ESPÍRITO DE ENDIVIDAMENTO É PRECISO:

1) BUSCAR SOLUÇÕES NAQUILO QUE AINDA NÃO FOI FEITO - Não feche as possibilidades. Há muito recurso disponível para a tua vida. Busque alternativas, outras fontes de renda. Amplie a tua visão. É preciso ser dinâmico no teu espírito. – Do Grego – Dunamis – que representa o poder de ação do Espírito Santo de Deus. Entenda que o teu pouco é suficiente para Deus fazer um milagre na tua vida! É o momento de crer, pois ou você crê no que Deus pode fazer, ou então vai ficar olhando para as dívidas e se lamentando. Vai acontecer algo sobrenatural. Deus vai abrir caminhos diferentes. Deus vai agir na tua vida. A unção de Deus na tua vida não será paralisada por causa de uma dívida ou problema!

2) AGIR NA UNÇÃO - Pedro trabalhou a noite toda e não pescou nada. Jesus chegou e deu uma ordem, e Pedro não agiu na carne, mas na unção e disse: “sobre a tua palavra eu lançarei a minha rede. “ Declare: “Pela unção de Deus na minha eu vou vencer esta quebradeira, vou vencer esta falta de recursos, esta falta de resultado. Eu tenho unção de Deus.” A unção despedaça o jugo e o que vai resolver o teu problema é a unção de Deus. Às vezes estamos procurando esmolas, mas Deus tem a bênção Dele para as nossas vidas. Deus abrirá caminhos mesmo que você tenha sido inconsequente, pela tua falta de estratégia. Ele tem novos caminhos para você. Jesus não te condena. Se você quer uma vida de compromisso com Deus, busque ao Senhor. Vá e não peques mais! Pedro debaixo da palavra vai pescar e apanha o peixe que tinha na boca o suprimento, para ele, para a Obra (o Senhor Jesus) e consequentemente a honra!

E QUANDO EU VENÇO O ESPÍRITO DE ENDIVIDAMENTO, DEUS TRANSFORMA A MINHA SITUAÇÃO! HOJE DEUS TRANSFORMARÁ:

1) A QUEDA EM CRESCIMENTO – O Senhor te dará o maior crescimento de toda a tua vida. Toda queda nas vendas, nos desafios, será revertida e você viverá o teu maior crescimento.

2) A PERDA EM RESTITUIÇÃO - Ele te dará sete vezes mais! Quem tem unção vive a restituição.

3) A PARALISAÇÃO EM GRANDES REALIZAÇÕES - Realizar é ter o processo por inteiro. Nunca mais você vai parar pela metade. Deus vai tirar toda a frustração pela não realização de sonhos e projetos. Gente frustrada não prospera!

DECLARE COM FÉ:

“Senhor, pelo poder da Tua palavra, eu declaro hoje, que toda paralisação, toda incapacidade, que eu criei pela minha inconsequência, já saiu da minha vida, em nome de Jesus! Eu declaro que tenho unção para vencer! Não terei a minha vida paralisada. Tudo o que queria me colocar em queda, em declínio, em decadência, saia da minha vida, agora, pelo poder de Jesus Cristo! Todo espírito de perdas, todo prejuízo, eu declaro já saiu da minha vida. Eu recebo o espírito do crescimento, eu recebo o espírito da restituição, o espírito das realizações e ninguém poderá me impedir todos os dias da minha vida. Eu dou hoje o meu grito de alerta e venço todo espírito de endividamento, em nome de Jesus. Viverei uma grande e poderosa transformação, pois o meu Deus reverterá processos na minha vida! O que era queda se tranformará em crescimento. O que era perda, se transformará em restituição. A paralisação já é transformada em grandes realizações. Toda frustração é arrancada da minha vida e saio daqui hoje em vitória, para prosperar, para suprir a Obra de Deus e ser honrado, em nome de Jesus, amém! ”

Postar um comentário