segunda-feira, 18 de março de 2013

Investindo a Vida

Na semana passada consideramos o conceito de enxergar sucesso na vida e no trabalho sob a perspectiva de um investidor. Um objetivo comum a todo bom investidor é o desejo de maximizar a taxa de retorno. Como conseguir isso quando investimos nossa vida, usando a plenitude de nossas habilidades, dons, experiências e outros recursos que recebemos?

Deixe-me sugerir um “check-up” desse “investimento de vida”, espécie de inventário para nos ajudar a avaliar o que estamos fazendo, como e por quê. O que devemos examinar? Mais importante ainda: o que Deus, que nos designou administradores desses recursos, vai examinar?

Primeiramente sugiro um exame da qualidade do nosso relacionamento com Deus e outras pessoas. Pergunte a si mesmo: Estou colocando Jesus Cristo em primeiro lugar na minha vida? Estou despendendo tempo com Ele diariamente, pedindo direção, sabedoria, forças, provisão e perdão? Posso honestamente demonstrar que Ele é o primeiro em minha vida?

A prova de que valorizo, amo e obedeço a Deus mostra-se na forma como trato minha esposa, minha filha, membros da família, amigos, companheiros, clientes, vendedores, o carteiro que, de certa forma, é meu vendedor mais valioso.  

Em segundo lugar, a prova também está no exame do meu talão de cheques, que revela onde estou investindo e gastando o dinheiro que Deus me confiou. Estou buscando maneiras de investir o capital de Deus em Seu Reino, à medida que Ele coloca oportunidades no meu caminho para auxiliar pessoas? Estou poupando quantia apropriada para o futuro, quando eu não puder mais trabalhar? Estou tomando decisões financeiras prudentes em relação aos investimentos para deixar dinheiro para meus filhos, como está escrito na Bíblia?

Em terceiro lugar, preciso olhar minha agenda. Quantas horas passo no trabalho? É esse o tempo que Deus quer que eu invista por dia ou por semana? Estou permitindo que Deus seja o CEO da minha empresa e a use para Seus propósitos, ou vejo minha carreira como posse pessoal que uso para ganhar dinheiro e gastá-lo conforme meus desejos? Passo diariamente tempo com Deus em quietude? Desenvolvo relacionamentos com minha família e meus amigos, servindo pessoas da comunidade e auxiliando-as a melhorar suas vidas? Pratico exercícios para manter meu corpo saudável e em forma e desfrutando de atividades recreativas? 

A escolha de como investimos nossa vida é somente nossa. Não podemos passar essa responsabilidade para ninguém. Quando der o último suspiro e estiver diante de Deus, quero ouvir Dele: “Muito bem, bom e fiel investidor da vida que Eu lhe dei. Entre para o Meu Reino celestial e desfrute do descanso eterno e das recompensas no lugar que tenho preparado para você!” 

Se você não tem dedicado tempo para considerar como está investindo sua vida, eu o desafio a tirar uma manhã longe do escritório e fazer cuidadosa revisão das decisões dos investimentos que tem feito. Talvez você descubra, feliz, que esteja tudo em ordem. Caso não, ore e peça sabedoria a Deus para aas mudanças devidas. Seja feliz investindo sua vida!

Por Lane Kramer - Próxima semana tem mais!


Postar um comentário